Apesar do TDAH ter sido descrito pela primeira vez há mais de um século, estudos científicos ganharam força a partir dos anos de 1960, a exemplo de todas as questões médicas relativas ao funcionamento cerebral.

Sabe-se que no princípio, o TDAH era atribuído a uma disfunção da infância, portanto, ao longo dos anos as pesquisas científicas se debruçavam sobre esta população.  Porém, nos últimos anos uma grande quantidade de estudos sobre TDAH têm sido focados na população adulta.

Este artigo resume os principais achados científicos sobre o TDAH no adulto (preferencialmente não diagnosticado e ou não tratado), em pesquisas e estudos recentes feitos no mundo todo.

Transtorno de Décit de Atenção / Hiperatividade – Organizadores Nardi, Antonio E., Quevedo, João, Silva, Antônio G. – Porto Alegre: Artmed, 2015; Capítulo 7, pág 67 a 76 Autores: Nazzar, Bruno P., Mello, Fábia M. A

Deixe uma resposta

Comment
Name*
Mail*
Website*